Os 6 eletrônicos mais importados no Brasil em 2017

31 de julho de 2018 Informática 0 Comments

Mesmo com o câmbio altamente desfavorável para a compra direta de itens importados, ele também aumenta muito o custo dos itens que são comprados por empresas no exterior e revendidos aqui no Brasil.

Desta forma, tona-se mais atraente adquirir diretamente, para economizar nos custos de estrutura, impostos e a margem que as empresas precisam incluir nos seus preços.

Além disto, apesar de todos os investimentos que as grandes empresas fizeram, nos últimos anos, para produzir internamente seus equipamentos – em especial os fabricantes de celulares – a recessão reduziu muito a produção, em especial nos modelos mais modernos.

Ter as versões mais atuais da grande maioria dos eletrônicos ainda é uma tarefa de garimpar no mercado internacional e buscar os melhores preços.

Diante disto, o consumo de importados no Brasil cresceu 17% em 2017, em diversos segmentos, e em especial nos equipamentos eletrônicos.

Vamos falar um pouco dos 6 eletrônicos mais importados no Brasil em 2017.

1) Notebooks

Apesar de termos hoje notebooks de alta qualidade sendo comercializados no Brasil, existe uma demanda grande por equipamentos que atendam necessidades específicas e que são muito caros para uma produção em larga escala que justifique o investimento.

Os games são cada dia mais sofisticados e exigem máquinas mais sofisticadas, especialmente em placas de vídeo e processadores. Além disto, temos o mercado de designers e profissionais de desenvolvimento web que cresce bastante nos últimos anos e que demandam equipamentos com mais capacidade de processamento de inúmeros programas e acessos à internet.

2) Acessórios para Computadores

Este setor continua sendo um dos mais procurados, muito pelos motivos citados acima, mas neste caso são desktop que tem um investimento grande para inúmeras atividades profissionais e de lazer e precisam ser periodicamente atualizados (upgrade) para exercer estas atividades.

Placas de vídeo, processadores, monitores são os itens mais procurados, pelo alto valor e pela grande oferta de modelos mais modernos e, portanto, com mais vida útil.

3) Celulares e Smartphones

Este é um segmento que está sempre entre os principais eletrônicos importados. Se até pouco tempo, tínhamos pouca oferta de smartphones e celulares de primeira linha, e a produção interna cresceu bastante, ainda há uma defasagem grande entre os preços domésticos e internacionais.

Podemos encontrar um aparelho de última geração por um preço muitas vezes igual ou até inferior ao melhor modelo fabricado internamente, e a diferença técnica será muito grande. As pessoas, hoje em dia, fazem praticamente tudo nestes aparelhos e precisam de modelos cada vez mais potentes e com mais recursos.

4) Câmeras Fotográficas e Acessórios

Este é um nicho que vem crescendo muito devido ao crescente interesse das pessoas pela Fotografia como hobbie e como atividade profissional nos diversos segmentos – eventos, fotojornalismo, e-commerce entre outros.

As melhores câmeras e acessórios ainda são importados, é um setor onde a presença nacional de qualidade ainda é pequena, e com isso torna-se atraente comprar fora do Brasil, as lojas especializadas no Brasil acabam vendendo por preços bem superiores às do exterior.

5) Consoles e Jogos

Este é um dos maiores segmentos em volume de transações de comércio no mundo, cada vez maior pelo número de adeptos que procuram sempre os aparelhos de reprodução mais modernos e com mais recursos (que chamamos de consoles) e também pelos jogos.

Para os games, a velocidade de lançamento no exterior não é acompanhada pelas lojas no Brasil, mesmo as online, e quando conseguem atender, os preços são bem mais altos que em uma compra direta. E pelo valor unitário baixo, é possível comprar em quantidades em algumas promoções – alguns jogos de ponta no Brasil já estão há muito tempo nas prateleiras das lojas no exterior.

6) Periféricos

Aqui podemos considerar acessórios importantes e de uso específico no dia a dia: multifuncionais, scanners, HD externos e outros. A grande variedade e novos modelos sendo lançados constantemente reduzem os preços de versões que, aqui no Brasil, são consideradas de primeira linha e com uma vida útil muito maior.

 

Como podemos ver, investir na compra de equipamentos eletrônicos importados é uma excelente opção para renovar e até mesmo criar um escritório remoto ou uma central de games, por exemplo.

É uma economia grande, mas que precisa de informação de qualidade para ser aproveitada da melhor forma e também para evitar surpresas com taxações ou problemas nas compras.

Quer importar os seus equipamentos também e economizar?

Conheça o curso academia do importador e aprenda como!

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Com um ótimo Curso de Importação e um mercado tão grande para explorar os mais variados produtos, o sucesso é garantido!