Como se tornar um Programador Back-end

A carreira de Desenvolvedor Web Back-end está em alta e com tendências de crescimento continuado por muitos anos.

A razão é simples: mais a mais empresas e pessoas estão no mundo digital, que exige investimentos mais complexos e eficientes para se traduzirem em resultados intuitivos e mais simples para os usuários.

As pessoas querem sites, blogs e redes sociais cada vez mais interativas com seus próprios scripts de uso – e são muito exigentes a respeito disso: um blog tem poucos segundos para fazer um usuário ficar nele, navegar e consumir seu conteúdo.

Nesse contexto, existe muito mercado para atuar e conquistar. Porém, é preciso conhecer os passos de como se tornar um programador Back-end e estar preparado para atuar com qualidade e ser bem sucedido.

O que é um Desenvolvedor Back-end?

São os desenvolvedores que trabalham com a programação no lado do servidor, ao contrário do desenvolvedor front-end que trabalha na programação do que vai interagir com os usuários.

O programador back-end precisa trabalha com muita eficiência na performance internas das aplicações web, e constantemente e em sintonia com os desenvolvedores front-end para que estes desenvolvam a partir as lógicas que funcionam nos servidores.

O desenvolvedor back-end não cuida apenas da funcionalidade e do desempenho das aplicações web, mas também da velocidade.

O desenvolvedor back-end deve ter um grande conhecimento de banco de dados

Esse conhecimento é fundamental no universo de trabalho de um desenvolvedor back-end, pois as aplicações web exigem o armazenamento de uma grande quantidade e variedade de informações – por exemplo, publicações e comentários em uma rede social.

Um desenvolvedor back-end deve conhecer os diversos tipos de servidor e as linguagens, principalmente dominar a programação PHP, que é extremamente importante nesta atividade.

01 – Escolha uma linguagem e um framework

Essa é uma regra de ouro de quem investe em um negócio ou carreira: procure dominar um nicho no melhor tempo possível.

Dominar todas as linguagens e frameworks ao mesmo tempo não é eficiente para ter tempo de atendimento em nenhuma delas, e vai demandar mais tempo que pode ser investido em uma escolha focada.

O ideal é escolher uma linguagem (entre PHP, Ruby etc) e um framework.

02 – Adquira conhecimento em Estrutura de Dados e Algoritmo

Sim, é um assunto longo e grande, mas fundamental.

Avalie suas habilidades com estrutura de dados e algoritmos. Não precisa ser um especialista, mas é importante dominar grandes porções de informações a respeito desses itens. Isto será fundamental e estratégico.

03 – Desenvolve/participe de pequenos projetos

Em tecnologia é mandatório pensar: aprende-se fazendo.

Não é produtivo estudar demais e esperar por aquele projeto desafiador, que muitas vezes é sobre o tamanho ou relevância. Todos são desafiadores, principalmente os mais simples para quem está começando. Projetos ideais para começar são:

04 – Construa algo

O que desenvolvemos de nossas próprias ideias tem um grande e especial valor.

Você pode trabalhar sobre um produto ou ideia que você já tem ou clonar algum ótimo projeto de startup disponível no mercado. Certamente será um belo exercício.

 

Vantagens do acesso remoto aos computadores de seus funcionários

Softwares encurtam distâncias, agilizam e otimizam atendimentos prestados pela área de TI

 

A crise econômica afetou inúmeros setores, das mais diferentes maneiras. Entretanto, o momento de contingência de recursos serviu, também, para a busca de soluções práticas. No setor da tecnologia da informação não foi diferente e, desde o início do processo de recessão vivido no país, as empresas começaram a apostar na otimização para que os colaboradores fossem melhor aproveitados. Soluções como o Team Viewer ganharam destaque e cresceram em importância durante este período conturbado.

Otimizar um processo de TI significa, acima de tudo, manter as máquinas em funcionamento e a atividade sem interrupções desnecessárias. Por isso que a infraestrutura de informática é um investimento que precisa ser considerado. Afinal, trata-se da sobrevivência da própria organização.

Além de manter profissionais capacitados para os atendimentos internos, estes especialistas precisam ter em mãos soluções quase que milagrosas. Isso porque elas precisam ser, ao mesmo tempo, de baixo custo e altamente eficazes.

O acesso remoto é um exemplo desta necessidade de otimização e agilidade dentro da área de TI. Com bons programas, analistas conseguem acessar a máquina do colaborador e prestar a assistência necessária de forma rápida. Isso tanto em caso de defeito como também na demanda por uma manutenção periódica, como atualização de software, backup e restauração.

Uma vantagem do atendimento remoto é a possibilidade de executar todo este processo via internet, sem a necessidade de uma rede interna. Ou seja, mesmo que o computador a ser atendido esteja em outro país, a assistência se faz possível e de maneira eficaz.

De um modo geral, softwares de acesso remoto possibilitam:

  • Gerenciar à distância o teclado e o mouse de um computador
  • Analisar o funcionamento do sistema operacional
  • Atualizar, deletar ou instalar programas
  • Executar e/ou restaurar backups
  • Transferir arquivos entre computadores

Recomendamos o Team Viewer

Existem muitos softwares no mercado que cumprem este papel. Sendo que uns são mais ou menos robustos que outros. O preferido dos analistas é o Team Viewer, utilizado em todo o mundo. É, na verdade, a referência neste tipo de programa para atendimento remoto, pela sua eficácia e facilidade de uso. No Brasil, ele pode ser comprado no software.com.br, mediante orçamento.

O Team Viewer é recomendado porque ele permite ao analista não apenas visualizar a tela, como se estivesse sentado em frente ao monitor, como também executar comandos e desenvolver tarefas para correção. Inclusive mover, enviar ou receber arquivos, fazer videochamadas e se comunicar com o atendido através de um bate papo.

E não somente dentro de uma mesma empresa. O Team Viewer é muito utilizado, também, como suporte remoto de outros programas comercializados.

Por exemplo: suponha que você tenha adquirido um software de automação comercial que, em determinado momento, parou de funcionar corretamente. Ao invés de entrar em contato com o suporte e, em alguns casos, aguardar a chegada da presença física de um analista, este atendimento passa a ser possível remotamente, de forma imediata. O investimento, portanto, representa não apenas uma economia considerável aos desenvolvedores, como também garante a melhor relação com os clientes.

Limitações

Mas é preciso considerar que nem todas as soluções são possíveis através do atendimento remoto. Para correções do sistema operacional ou outro softwares, estas aplicações são altamente competentes, e entregam resultados. No entanto, eles não permitem executar modificações que dependem de contato físico aos hardwares. Muito embora uma análise eficaz, no próprio sistema operacional, possa identificar o problema e reduzir o tempo necessário para reparo.

Empréstimo online: Como proteger seus dados bancários na internet em 5 passos!

Os Empréstimos Online são a alternativa mais moderna para buscarmos crédito diretamente pela internet, de forma mais rápida, mais segura e com um custo final (juros) menor. E desta forma tem se popularizado bastante, com mais empresas, as plataformas, criando mais opções.

Solicitar e obter um empréstimo através do site de uma empresa qualificada, no conforto de casa ou da sua empresa, sem dúvida é um diferencial importante. Porém, como qualquer operação financeira ou comercial na web, estão sujeitas a tentativas de fraudes por criminosos virtuais.

Vamos falar um pouco de como proteger seus dados bancários na internet em 5 passos e assim poder efetuar empréstimos online com segurança.

Mas antes: quais os cuidados com a escolha de uma empresa de Empréstimo Online?

Antes mesmo de efetuar consultas e envio de documentos, algumas ações são importantes para avaliar as empresas confiáveis no ramo:

  • Pesquisar em sites de apoio e defesa do consumidor, como o Proteste e o Reclame Aqui. Ali podemos ver o número de reclamações, o perfil delas e o tempo de solução.
  • Pesquisar nas páginas de redes sociais das empresas.
  • Verificar se existem grupos de Facebook focados em informações sobre empréstimos online.
  • Conversas com amigos do mercado financeiro que podem ter dados novos sobre as empresas.

Passo 1:  verificar a segurança do site da empresa de empréstimos online

A URL (link de acesso) é o principal item de checagem, quando digitamos ou quando acessamos através de um link em um e-mail.

O site deve ser https, o que significa que ele possui uma certificação avançada de segurança (diferente do http). Outra forma de atestar esta certificação é o cadeado verde que surge do lado esquerdo da URL quando acessamos ela.

Uma forma de evitar acessos fraudulentos é verificar o domínio (a URL). Desconfie de sites com uma descrição por exemplo: www.nomedobanco.abc.net. Não é uma URL confiável, pois não é usada pelas empresas credenciadas do ramo.

Passo 2: usar um antivirus de qualidade em todos os dispositivos de acesso

Este é certamente o ponto mais importante dos cuidados com segurança na rede. Existem ótimas opções gratuitas no mercado, que oferecem uma proteção abrangente contra a maioria das ameaças. Normalmente atende os usuários domésticos que usam basicamente acesso a sites, e-mails, streaming de áudio e vídeo e download de anexos de e-mails.

Se quiser investir contra ameaças mais atuais, como os ransomware (que sequestram dados em troca de valores) e outras proteções, é recomendável usar um antivirus pago. As marcas mais reconhecidas oferecem planos com preços muito bons.

O essencial é não usar o seu notebook ou celular sem proteção, evitando ataques e perdas de dados que causem grandes prejuízos ou até danos ao equipamento.

Passo 3: usar seu e-mail com muita atenção

A grande maioria dos ataques procuram acessar seus dados através de e-mails, com links suspeitos de ofertas, fotos e, nos casos mais sofisticados, estes e-mails imitam páginas de sites de bancos com um realismo que surpreender até especialistas em segurança.

Os alertas são simples: não acesse link para confirmar ou atualizar senha, para acessar site do banco ou para consultar informações, como a restituição de Imposto de Renda ou calendário do PIS. Prefira sempre digitar a URL que você conhece em outra página ou buscar no Google (normalmente aparecem no início da consulta).

Uma atenção especial com e-mails vindos de pessoas conhecidas com anexos e links. Elas podem estar infectadas com vírus que se propagam pelo catálogo de contatos delas. Procure confirmar (mas não respondendo o e-mail) se ela realmente enviou.

Passo 4: não acessar sites de bancos e empresas de empréstimos online em locais desconhecidos

Devemos evitar o uso de computadores desconhecidos – por exemplo, em universidades, bibliotecas, ciber café, e lan house – para acessar sites de internet banking e empresas de empréstimos online.

Estas máquinas podem estar infectadas e roubar seus dados.

Passo 5: cuidados adicionais e essenciais para os seus dados bancários

São ações simples e que juntas podem evitar muitos problemas:

  • Manter atualizadas as versões dos navegadores que você utiliza.
  • Atualizar periodicamente o sistema operacional – normalmente estes sistemas fazem isso automaticamente, porém certifique-se de que está sendo feito. As atualizações de segurança dele são importantes para evitar ataques.
  • Evite downloads de arquivos no Facebook, Whatsapp e similares. Caso seja necessário, processe uma checagem do antivirus diretamente dele antes de abrir.
  • Desconfie de links oferecendo ofertas imperdíveis. Se o link for de uma empresa conhecida, tente acessar o site dela invés do link e procurar a promoção – é bem provável que ela nem existe.

Informação com qualidade é fundamental para navegar com segurança. Em bonsinvestimentos.com.br/emprestimo-pessoal-online/ você conhece as melhores e mais seguras empresas para isso e também pode simular taxas e prazos.

Os 6 eletrônicos mais importados no Brasil em 2017

Mesmo com o câmbio altamente desfavorável para a compra direta de itens importados, ele também aumenta muito o custo dos itens que são comprados por empresas no exterior e revendidos aqui no Brasil.

Desta forma, tona-se mais atraente adquirir diretamente, para economizar nos custos de estrutura, impostos e a margem que as empresas precisam incluir nos seus preços.

Além disto, apesar de todos os investimentos que as grandes empresas fizeram, nos últimos anos, para produzir internamente seus equipamentos – em especial os fabricantes de celulares – a recessão reduziu muito a produção, em especial nos modelos mais modernos.

Ter as versões mais atuais da grande maioria dos eletrônicos ainda é uma tarefa de garimpar no mercado internacional e buscar os melhores preços.

Diante disto, o consumo de importados no Brasil cresceu 17% em 2017, em diversos segmentos, e em especial nos equipamentos eletrônicos.

Vamos falar um pouco dos 6 eletrônicos mais importados no Brasil em 2017.

1) Notebooks

Apesar de termos hoje notebooks de alta qualidade sendo comercializados no Brasil, existe uma demanda grande por equipamentos que atendam necessidades específicas e que são muito caros para uma produção em larga escala que justifique o investimento.

Os games são cada dia mais sofisticados e exigem máquinas mais sofisticadas, especialmente em placas de vídeo e processadores. Além disto, temos o mercado de designers e profissionais de desenvolvimento web que cresce bastante nos últimos anos e que demandam equipamentos com mais capacidade de processamento de inúmeros programas e acessos à internet.

2) Acessórios para Computadores

Este setor continua sendo um dos mais procurados, muito pelos motivos citados acima, mas neste caso são desktop que tem um investimento grande para inúmeras atividades profissionais e de lazer e precisam ser periodicamente atualizados (upgrade) para exercer estas atividades.

Placas de vídeo, processadores, monitores são os itens mais procurados, pelo alto valor e pela grande oferta de modelos mais modernos e, portanto, com mais vida útil.

3) Celulares e Smartphones

Este é um segmento que está sempre entre os principais eletrônicos importados. Se até pouco tempo, tínhamos pouca oferta de smartphones e celulares de primeira linha, e a produção interna cresceu bastante, ainda há uma defasagem grande entre os preços domésticos e internacionais.

Podemos encontrar um aparelho de última geração por um preço muitas vezes igual ou até inferior ao melhor modelo fabricado internamente, e a diferença técnica será muito grande. As pessoas, hoje em dia, fazem praticamente tudo nestes aparelhos e precisam de modelos cada vez mais potentes e com mais recursos.

4) Câmeras Fotográficas e Acessórios

Este é um nicho que vem crescendo muito devido ao crescente interesse das pessoas pela Fotografia como hobbie e como atividade profissional nos diversos segmentos – eventos, fotojornalismo, e-commerce entre outros.

As melhores câmeras e acessórios ainda são importados, é um setor onde a presença nacional de qualidade ainda é pequena, e com isso torna-se atraente comprar fora do Brasil, as lojas especializadas no Brasil acabam vendendo por preços bem superiores às do exterior.

5) Consoles e Jogos

Este é um dos maiores segmentos em volume de transações de comércio no mundo, cada vez maior pelo número de adeptos que procuram sempre os aparelhos de reprodução mais modernos e com mais recursos (que chamamos de consoles) e também pelos jogos.

Para os games, a velocidade de lançamento no exterior não é acompanhada pelas lojas no Brasil, mesmo as online, e quando conseguem atender, os preços são bem mais altos que em uma compra direta. E pelo valor unitário baixo, é possível comprar em quantidades em algumas promoções – alguns jogos de ponta no Brasil já estão há muito tempo nas prateleiras das lojas no exterior.

6) Periféricos

Aqui podemos considerar acessórios importantes e de uso específico no dia a dia: multifuncionais, scanners, HD externos e outros. A grande variedade e novos modelos sendo lançados constantemente reduzem os preços de versões que, aqui no Brasil, são consideradas de primeira linha e com uma vida útil muito maior.

 

Como podemos ver, investir na compra de equipamentos eletrônicos importados é uma excelente opção para renovar e até mesmo criar um escritório remoto ou uma central de games, por exemplo.

É uma economia grande, mas que precisa de informação de qualidade para ser aproveitada da melhor forma e também para evitar surpresas com taxações ou problemas nas compras.

Quer importar os seus equipamentos também e economizar?

Conheça o curso academia do importador e aprenda como!

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Com um ótimo Curso de Importação e um mercado tão grande para explorar os mais variados produtos, o sucesso é garantido!