Veja a importância de sempre consultar seu documento

Possuir um veículo significa mais responsabilidades para você e a melhor maneira de impedir que problemas surjam é saber bem sobre cada documento do carro. Todos os anos, os proprietários de veículo são obrigados a realizar o pagamento de algumas taxas desses documentos.

Este é um dos motivos pelo qual você precisa sempre realizar a consulta destes documentos. Além disso, a consulta também vai apresentar possíveis fraudes, no caso de veículo roubado. Confira agora quais são esses documentos e por que é importante sempre fazer a consulta.

IPVA

Se você possui um carro sabe que anualmente é necessário pagar o IPVA (Imposto sobre Propriedade de veículos Automotores). Do valor pago, metade vai para a cidade onde foi realizado o emplacamento do carro, e o restante para o governo do estado.

Quando esse documento não é pago, seu nome é incluído na dívida ativa do governo, que é uma espécie de grupo que só se encontra pessoas com alguma dívida no domínio municipal, estadual e federal.

Além disso, o atraso no pagamento dessa dívida gera multas e juros, e você ainda perde o desconto oferecido para quem realiza o pagamento até a data de vencimento. Além de causar várias restrições no momento de parcelar uma dívida ou adquirir um empréstimo, o IPVA atrasado também pode atrapalhar a comercialização de um carro.

Por estes motivos, é muito importante que você faça sempre a consulta do documento IPVA. Por meio dessa consulta, você verificará se existe alguma multa de trânsito e também a situação como licenciamento 2019 SP.

Além disso, entrou em vigor em 2018 no estado de São Paulo a lei que proíbe a entrega de cobrança nas residências por meio dos correios, sendo ainda mais necessária consulta pela internet. A consulta pode ser feita no site do Detran ou na Secretaria da Fazenda de São Paulo.

CRLV

O Certificado de Registro e Licenciamento de Veículos é muito conhecido como licenciamento, e verificar se seu veículo está em dia com o licenciamento 2019 SP é importante para não ser surpreendido em blitz.

Todos os donos de carro recebem anualmente o carnê para realizar o pagamento do licenciamento. O prazo limite para renovar o CRLV, vai depender do final da placa de seu veículo.

O Detran de cada estado é quem estabelece o prazo e o valor da renovação, no entanto, você pode realizar o pagamento antecipado quando for pagar também o IPVA.

Além do IPVA, é preciso pagar também o seguro obrigatório DPVAT, as multas de trânsito e a taxa de renovação de licenciamento para poder receber o CRLV.

Como já foi dito, esse documento é importante para que ao circular com o carro, você não tenha seu bem apreendido por uma blitz.

Além disso, ele é essencial para poder vender um veículo, ou seja, sem esse documento não é possível fazer a transferência de dono do carro.

CRV

A consulta deste documento também é importante para verificar se não existe nenhuma irregularidade. O Certificado de Registro de Veículo (CRV) é um documento em que você encontra as especificações do seu automóvel como, por exemplo, o ano, modelo e chassi do seu carro.

Sempre que há uma mudança no carro, o Detran precisa ser informado para que também seja alterado o CRV do seu carro. Enquanto que o documento CRLV precisa andar com você para qualquer lugar, o CRV deve ficar bem guardado.

Esse documento é um dos mais importantes na hora de vender um carro, pois os dados do comprador deverão ser preenchidos na parte de trás desse documento.

Veja como suas redes sociais podem te ajudar a ter um trabalho alternativo

As redes sociais chegaram para ficar e a cada dia que passa mais pessoas estão participando delas. É muito comum hoje as pessoas usarem as redes sociais para procurar de diversas informações, e sabendo disso, elas se tornaram fonte de renda para algumas pessoas.

Por este motivo, muitas pessoas procuram saber como usar as redes sociais como trabalho alternativo. Já que a grande maioria das pessoas vive conectada a maior parte do tempo, essa é uma excelente oportunidade para vender seus produtos e serviços.

Então, aproveite as dicas e veja como você pode usar as principais redes sociais como um trabalho alternativo.

Youtube

Para um bom número de pessoas, o youtube é um meio de visualizar vídeos de forma grátis. No entanto, tem aqueles que enxergam nessa rede social uma oportunidade de ganhar uma renda extra.

Não é difícil lembrar de pessoa que usou essa rede social para divulgar seu trabalho e ficou bastante conhecida e, além disso, rica. Mas como ganhar dinheiro usando o youtube?

Uma das formas é exibindo anúncios que aparecem antes e no decorrer dos vídeos. O valor de pagamento vai depender dos números de visualizações do vídeo. Por exemplo, 1 milhão de visitas rende em torno de 15 milhões de reais.

Instagram

Hoje em dia, mais de 400 milhões de pessoas usam o instagram no mundo todo, só aqui no Brasil existem quase 30 milhões de usuários.

Com tanta gente querendo ver fotos e conteúdos visuais, classificados como importantes ou simplesmente bonitos, não é de admirar que muitas estão observando o retorno financeiro que esta rede social pode dá. Mas como usar o instagram para ganhar dinheiro?

Uma dica muito vantajosa é usar suas fotos para fazer a propaganda de alguns produtos como, por exemplo, cosméticos e alimentícios. Você também pode usar essa rede social para divulgar uma marca de roupa, de calçado ou de perfumes.

Observando o perfil de algumas pessoas que tem muitos seguidores, você pode descobrir como usar o instagram para ganhar dinheiro.

Facebook

O facebook é atualmente a rede social mais usada do mundo e por isso, é uma fonte de exclusiva renda para muitas pessoas. Existem muitos meios de se ganhar dinheiro com essa plataforma.

Uma dessas formas é por meio da criação de um grupo, uma excelente alternativa para quem quer ganhar um bom dinheiro. Esse tipo de negócio é muito fácil e não precisa de investimento prévio. A única coisa que você vai precisar fazer é criar um grupo e fazer com que várias pessoas participem dele.

A renda nesse modelo de negócio pode vir de três formas: produtos de afiliados, vender espaço para publicidade e comercializar produtos que são seus.

Você também pode criar uma página, torná-la popular e depois publicar mensagens de marcas que sejam referentes ao seu segmento de trabalho.

whatsApp

O whatsApp é outra plataforma que você pode usar para conseguir alguma renda extra. Você pode aproveitar o alcance que essa rede tem e divulgar algumas habilidades suas.

Se você é um profissional que presta serviços, ou que trabalha desenvolvendo sites, conteúdos, poderá divulgar isso em grupos de whatsapp por meio de vídeos ou imagens.

Você também pode usar essa plataforma para espalhar o seu cartão de visita e sempre que alguém necessitar das suas funções ficará mais fácil de entrar em contato com você.

Cuidados que devemos ter com os juros abusivos dos bancos

O Brasil está entre os 5 países que praticam as mais altas taxas de juros do mundo e esta posição honrosa já é nossa há algumas décadas.

Á parte todas as teorias econômicas que explicam como o custo Brasil de investimentos e de captação de recursos é tão alto, a verdade é que vivemos um ambiente de relacionamento comercial onde os juros sempre foram um escudo de proteção de bancos, financeiras e muitas lojas contra a inadimplência.

Sim, quem está fazendo a roda girar paga um custo alto do risco de quem não pagar.

Muitos especialistas dirão que isso é esperado, principalmente em momentos de crise e recessão, quando o desemprego é alto e o poder de pagamento cai de repente, e as famílias precisam colocar as contas em uma fila.

Mas a verdade é que nos deparamos com situações onde os juros são abusivos e muitas vezes nem percebemos. E nem sempre eles são necessários, mas a tradição de crédito e de adimplência acaba justificando – para os bancos, claro.

Vamos falar dos cuidados que devemos ter com os juros abusivos dos bancos.

Cuidados que devemos ter com os juros abusivos dos bancos

Você pode evitar a cobrança abusiva – ou pelo menos ter a ciência e recusar as condições. Para isso existem atitudes importantes:

01 – Conheça o Custo Efetivo Total (CET)

Este nome altamente técnico significa o que o banco está efetivamente cobrando de juros e taxas internas no financiamento ou empréstimo. Muito bancos vendem taxas de juros atraentes mas, para o resultado final e sem clareza para o cliente, o custo fica maior.

Os bancos normalmente cobram taxas como Contrato, Seguro (que é importante mas deve ser mostrado ao cliente) e mais alguma despesa. Eles devem entregar uma planilha discriminando esses valores e mostrando a taxa efetiva de juros.

Com isso, você pode perceber qual o peso final e real de todos os custos sobre a parcela.

02 – Cuidado com a armadilha da “parcela que cabe”

É comum as pessoas darem mais atenção ao valor da parcela e se ela cabe no orçamento do que o prazo do financiamento.

Sem dúvidas que em uma compra emergencial ou numa renegociação de dívida, o valor acaba sendo mais importante, mas nunca perca de vista os tantos meses que suas contas serão afetadas.

03 – Informe-se sobre os juros de mercado

Antes de buscar propostas, atualize-se sobre o que o mercado está praticando. Assim você poderá entender quem está abusando nos juros.

04 – Não vá fechando com o seu banco

Fechar com o seu banco é mais prático e rápido. Mas ir direto nele não é uma boa ideia.

Além do seu banco conhecer o seu score e limitar o crédito conforme critérios que você não conhece, em outro banco o interesse de ter a sua conta pode melhorar a proposta.

Use propostas de outros bancos para negociar com o seu ou feche onde achar melhor. Mas importante: pesquise se o banco novo não vai sair mais caro em termos de tarifas e outras despesas, porque pode acabar saindo a mesma coisa ou mais caro mudar de banco.

05 – Tenha informações claras de juros e despesas nas propostas

Todas as propostas devem ter os juros e as despesas de forma clara para que você possa verificar quem está praticando juros abusivos e fazer a sua escolha.

06 – Peça a revisão dos juros

Você pode pedir que o banco reveja a proposta, praticando juros de mercado. Mas se você já está com o financiamento em curso e perceber que há juros abusivos, pode contatar um advogado especialista para avaliar os seus direitos.

Ele pode entrar em contato com o banco pedindo a revisão e, caso não haja acordo, ingressar com uma ação de revisão na Justiça. Porém, se preferir e se o valor do contrato for inferior a 20 salários mínimos, você pode acionar diretamente o Juizado Especial Civil, sem precisar de advogado.

Esses cuidados devemos ter para evitar de ter o nome negativado no Serasa. E você já caiu nessa cilada? Minha dica é consultar CPF é importante e fique atento!