Gosta de dar aulas? Veja como se profissionalizar e expandir seu trabalho

Se você gostar de dar aulas, você pode se especializar em alguma área e se tornar um professor. No país existem poucos professores, principalmente no ensino básico. Para diminuir o problema, o Brasil estar investindo na formação de educadores, aumentando o mercado as oportunidades e melhorando a remuneração desses profissionais.

Para atuar como professor é preciso ter dois fatores importantes: gostar de dar aulas e ter a qualificação necessária.

Assim, se você já é um profissional experiente em alguma área ou habilidade e gosta do que faz, você é capaz de ensinar, de se tornar um professor e para isso, existem muitos caminhos. Veja agora como se profissionalizar e expandir seu trabalho.

Curso livre

O curso livre é aquele curso que tem uma curta duração, focalizado em uma formação precisa para qualificação profissional em algum campo determinado. Por exemplo, um curso de doces e salgados pode ser no modelo de curso livre.

Para ser um professor de curso livre, não é preciso provar escolaridade prévia, o que aumenta ainda mais as oportunidades no mercado de trabalho. Esses cursos são válidos em todo território brasileiro e podem ser oferecidos nos modos presencial e online.  

Curso técnico

A pessoa que deseja trabalhar como professor de curso técnico deve mostrar uma forte experiência profissional em uma atividade junto com uma instrução didática e pedagógica.

O curso técnico ajuda no sistema de ensino e aprendizagem de modo contextual com o universo de trabalho, dando prioridade não apenas ao crescimento profissional, mas a habilidades referentes à construção de instruções e as inovações com respeito aos avanços tecnológicos.

Todo professor que trabalha em cursos técnicos precisa se atualizar de forma técnica e pedagógica frequentemente. Esta atualização é obrigatória para o mercado de trabalho e para a qualificação dos alunos.

Ensino fundamental

Para trabalhar como professor de educação infantil ou ensino fundamental é necessário ter curso de nível superior de licenciatura. Este é o modo de formação mais frequente, acessível basicamente em quase todas as universidades do país.

Para dar aulas em creches, pré-escolas e no ensino fundamental é preciso ter nível médio (mesmo que incompleto) e conhecer o resumo do eca para educadores. No entanto, algumas organizações de ensino já estão pedindo o curso superior para trabalhar como professor no ensino fundamental.

Além disso, os professores do ensino fundamental devem regularmente se atualizar e se capacitar para desenvolver um bom trabalho.

Ensino médio

Se você pretende se tornar um professor de ensino médio, deve também procurar se formar no curso superior de licenciatura. Esse curso, como dito antes, vai capacitar o profissional a trabalhar como educador na área infantil, no ensino fundamental e no ensino médio.

É preciso fazer algum curso superior de graduação para ser um profissional licenciado a ensinar matemática, letras, química, geografia, pedagogia, física e ciências biológicas.  

Ensino superior

Se o seu sonho é se tornar um professor de ensino superior, os requisitos são maiores do que os anteriores.

Todo aquele que pretende ser um professor universitário é necessário fazer uma pós-graduação lato sensu para trabalhar em universidades particulares, ou pós-graduação stricto sensu (que é a formação em doutorado ou mestrado) para trabalhar nas universidades públicas.

Para trabalhar como professor substituto em instituições públicas de nível superior é preciso ter graduação ou pós-graduação (conhecido como especialização).

Gosta de tecnologia? Invista seus estudos em TI!

Todos nós somos, de alguma forma, fascinados por Tecnologia. Afinal, ela tem nos surpreendido todos os dias com novidades que seriam impensáveis há 5 anos, por exemplo.

Muitos de nós ainda vivemos a surpresa de que os telefones que andam do desenho animado Jetsons seja uma realidade tão grande que já temos gerações que não saberiam dizer como é a vida sem um celular!

Mas você é uma pessoa que não apenas se encante com a Tecnologia, mas goste dela como fonte de estudo e quem sabe uma carreira? Então existe boas notícias – e claro, uma grande dose de luta.

Mas isso não seria novidade alguma no Brasil, não é mesmo? Então, você gosta de tecnologia? Invista seus estudos em TI.

Você já escolheu sua carreira em TI?

Nenhuma área do conhecimento cresceu tanto nas últimas décadas como a Tecnologia da Informação. No sentido mais amplo, todo desenvolvimento de uma nova forma tecnológica de fazer algo é parte do mundo de TI.

Então podemos observar que é uma área com diversos profissionais diferentes, cuidando de maiores ou menores desenvolvimentos:

  • Analista de sistemas
  • Analista de redes
  • Administrador de sistemas operacionais
  • Analista de suporte
  • Programação desktop
  • Programação web
  • Web design
  • Marketing digital
  • Segurança digital

Podemos ver que é uma gama interessante de áreas, tanto para quem quer investir na especialização em hardware/equipamentos (como os analistas de redes) quanto para investir em software/programas (por exemplo, o programador web).

A área de Segurança Digital é crucial nos dias de hoje em que os ataques cibernéticos tornam-se comuns e as empresas precisam investir em cloud computing para armazenar seus dados longe de equipamentos próprios.

Como estudar TI?

Existe uma grande quantidade de ótimas universidades onde você pode formar-se em Tecnólogo da Informação e adquirir conhecimento em várias áreas.

Outra opção são os cursos técnicos, que formam em várias especialidades e já permitem buscar emprego assim que você termina, e antes dos anos de curso superior.

E mais recentemente surgiram os cursos online, que na maioria tem o mesmo valor de graduação do correspondente presencial. E com muitas vantagens: você pode montar o ritmo de estudos que for mais conveniente, rever aulas quantas vezes quiser e estudar em qualquer lugar com internet.

Mas para todas estas opções existe um ponto em comum: não é possível graduar e não estudar mais. É preciso atualizar-se constantemente, pois as novidades surgem a todo instante – e quem estiver em dia com elas, sai na frente.

Por que escolher uma carreira em TI?

O setor tem pontos muito vantajosos para investir na carreira. Mas é importante lembrar: TI exige uma dedicação e um gosto muito grande. Tentar os estudos em TI apenas porque está em alta é risco certo de frustração.

O mercado de trabalho de TI está em demanda

O mercado de TI está com sobra de vagas por falta de profissionais qualificados – e tem muito a ver com as nova especializações que tem uma demanda de serviços crescente mas sem o mesmo ritmo de profissionais  se qualificando.

Crise? Que crise?

Tecnologia de Informação é algo necessário em todas as empresas da atualidade, desde as grandes que têm equipes de TI próprias e uma série de terceirizados para trabalhos específicos até pequenas empresas que contratam um profissional para trabalhos pontuais. Evidentemente que demissões existem, mas o nível é muito inferior a qualquer outro setor.

O nível salarial em TI é um diferencial

Pela escassez de profissionais qualificados em todas as especializações em TI, a valorização é grande. É possível encontrar vagas para salários de 15 mil a 20 mil mensais.

 

O TI é uma área de trabalho que cresce cada vez mais é uma oportunidade boa para essa área é abrir empresa de TI. Pesquise a respeito.

 

3 situações em que você deve contratar uma Consultoria SEO!

O mundo dos negócios investe cada vez mais no mundo digital. Mais empresas de todos os segmentos e portes estão abrindo filiais virtuais de negócios físicos já estabelecidos ou novos negócios já nascendo digitais.

E um fator crítico para o sucesso delas é um só: a crescente e mais qualificada competição. Afinal, que empresa pode abrir mão de estar na grande rede e disputar milhões de clientes com seus concorrentes?

E para se diferenciar na visibilidade, na rapidez com que queremos ser achados no mundo digital, como podemos fazer? O SEO é a grande estratégia dentro do Marketing Digital que pode fazer a diferença.

Mas é uma estratégia que precisa ser muito bem explorada para dar os melhores resultados. Por este motivo, ter a pareceria de um profissional ou de uma empresa especialista pode trazer inúmeros benefícios.

Vamos falar de 3 situações em que você deve contratar uma Consultoria SEO e aumentar as sua chances de sucesso.

Mas antes: você sabe o que é o SEO?

O SEO (Search Engine Optimization) é um conjunto de técnicas, ações, ferramentas, estratégias e métricas destinadas a aumentar ao máximo a visibilidade de um site ou blog nos resultados de buscas feitas pelos usuários nos navegadores.

Estes navegadores, em especial o Google que detém mais de 90% dos usuários ao redor do mundo, possuem uma série de critérios – que mudam com alguma frequência – para ranquear todas as páginas que atendam ao critério de busca de cada usuário.

Quanto melhor ranqueada estiver a página, maiores a sua visibilidade e as chances de ser acessada pelo usuário – para navegar e possivelmente fazer negócios.

O SEO potencializa os conteúdos orgânicos

Conteúdo orgânico é aquele que é publicado em uma página sem campanha de propaganda paga associada. E o SEO cuida apenas de potencializar as páginas orgânicas.

Por exemplo, se digitarmos tênis de corrida numa pesquisa no Google, as primeiras páginas são de campanhas pagas. Após elas, surgirão os conteúdo orgânicos, ordenados conforme os critérios usados pelo navegador.

Daí vem a grande importância de termos uma estratégia de SEO eficiente para buscar a melhor visibilidade. Uma estratégia de SEO é específica aquele site/blog e definida conforme as necessidades apontados por uma pessoa especializada em SEO.

São muitas as técnicas usadas pelo SEO para atuar no ranqueamento. As principais são:

  • Título e URL da página
  • Meta descrição da página (breve resumo que aparece abaixo da URL)
  • Palavras-chave definidas e o uso inteligente delas nos conteúdos (artigos e textos de site e blog)
  • Imagens usadas no site e no blog
  • Diversas técnicas usadas nos conteúdos (artigos)

Quando você deve contratar uma consultoria de SEO?

1 – Com uma Consultoria SEO, você economiza com SEO Marketing!

O SEO é um tema extremamente complexo e técnico e precisa de muita dedicação e assertividade para dar os primeiros bons resultados e faze-los crescer.

Investir internamente neste conhecimento pode demorar demais e não surtir os efeitos desejados, além de mobilizar um pessoal que pode focar em outras questões do negócio.

Uma Consultoria de SEO trabalha completamente focada, estudando e sugerindo a estratégia com muita rapidez, para resultados com chances muito maiores de sucesso.

2 – Com uma Consultoria SEO, as revisões e métricas são mais rápidas e confiáveis!

Com uma Consultoria de SEO, toda a gestão da estratégia é monitorada com prioridade, podendo avaliar e rever qualquer problema com mais agilidade. Além disto, a revisão da estratégia também pode ser estudada e implementada em um tempo menor.

3 – Com uma Consultoria de SEO, você larga na frente!

Estar preparado para as novas técnicas é essencial para quem está no mundo digital. Usando uma estratégia de SEO, seu negócio digital está melhor preparado para alcançar e conquistar mais clientes, fazendo seus conteúdos serem melhor ranqueados que os da concorrência.

 

Gostou deste conteúdo? Entenda mais sobre a Consultoria SEO.

 

 

 

 

 

 

 

 

O diferencial do ensino bilíngue na formação escolar

Confira as principais vantagens da educação em dois idiomas

As escolas particulares têm investido bastante em formações que permitam aos alunos a terem contato com processos alternativos de aprendizagem desde a educação básica deles. Com isso, a procura por esses colégios tem crescido atualmente, pois, devido à grande concorrência no mercado de trabalho, desde cedo, os pais buscam oferecer um diferencial para seus filhos para garantir-lhes um futuro promissor. O ensino bilíngue traz inúmeros benefícios para o desenvolvimento dos pequenos – e que vão muito além do aprendizado de uma nova língua.

Esse aprendizado também conta como um diferencial na formação do estudante, que vai ter facilidade em se comunicar e se relacionar ao aprender uma segunda língua. Como vivemos em um mundo cada vez mais conectado e globalizado, é natural que essa capacidade de lidar com pessoas de nacionalidades diferentes e de vivenciar novas experiências em outros países seja demandada, futuramente, pelas crianças. Apesar de ter um custo mais elevado, há bolsas de estudo nas melhores escolas do país, permitindo que você aproveite o melhor dessa educação.

Conheça as vantagens da educação bilíngue

Muitos especialistas, defensores do bilinguismo na infância, indicam esse tipo de educação. Para eles, essas experiências, feitas na fase ideal, auxiliam no desenvolvimento e crescimento pessoal do futuro jovem. Confira as principais vantagens do ensino bilíngue na formação escolar:

 

  • Fluência

 

Uma das principais vantagens de uma escola com um sistema bilíngue implantado é, sem dúvida, a possibilidade de formar alunos fluentes no idioma, pois o aluno estudará a nova língua todos os dias, por meio de aulas regulares, de conversação e exercícios que fortalecem a fixação do aprendizado. A língua acaba fluindo naturalmente no dia a dia, como o nosso próprio português.

 

  • Aprender outra língua no futuro

 

Se seus filhos já estão aprendendo inglês, por exemplo, na escola, há a possibilidade de eles não “perderem mais tempo” com esse idioma. Em vez de partirem para esse aprendizado, podem ser matriculados num curso de francês, espanhol, italiano ou alemão. Eles já sairão na frente de outros alunos que ainda começarão a estudar a língua inglesa.

 

  • Contato com outras culturas

 

O ensino bilíngue também mergulha o estudante em um universo cultural completamente diferente do encontrado em seu país, o que permite que ele desenvolva maior empatia com o diferente. Esses alunos costumam sair do colégio mais maduros e mais preparados para enfrentar o futuro, independentemente da cidade ou país em que terão que viver.

 

  • Raciocínio e memorização

 

O estudo de uma segunda língua demanda do cérebro a utilização de uma região que nem sempre é ativada quando nos comunicamos na nossa língua natal e realizamos nossas atividades tradicionais. Os alunos de cursos de idiomas desenvolvem também maior capacidade de raciocinar de maneira diferente e, é claro, de memorizar. Em uma escola bilíngue, este treino para o cérebro poderá ser extremamente benéfico para os resultados do seu filho em outras áreas de sua vida acadêmica e, até mesmo, pessoal.

 

  • Mercado de trabalho

 

Falar outra língua hoje não é mais uma opção, mas uma obrigação para quem está entrando no mercado de trabalho. Então, quanto mais cedo aprendermos um novo idioma, melhor. Por isso, o ensino bilíngue pode garantir a esse aluno uma fluência e um contato com a língua que pode fazer a diferença no momento de uma contratação para um emprego no futuro.

Escolas bilíngues oferecem bolsas de estudo

Sabemos que boas escolas bilíngues não costumam ser baratas. Mas isso não pode ser empecilho para que seus filhos possam ter o melhor da educação. Através de programas educacionais pela internet, muitos colégios de alto nível em vários locais do país oferecem bolsas de estudo para que os alunos possam aprender outro idioma desde a infância.

Há escolas em São Paulo, por exemplo, com bolsas de 50% e mensalidades a partir de R$ 155,00, um valor completamente cabível dentro do orçamento. No Rio de Janeiro, também há oportunidades com o mesmo desconto, mas com preços iniciando em R$ 92. Desculpas para não matricular seus filhos já eram. Oportunidades não vão faltar para eles estudarem nas melhores escolas de todo o país. Basta correr atrás das chances.