4 contribuições da Tecnologia para o Meio Ambiente

4 contribuições da Tecnologia para o Meio Ambiente

6 de agosto de 2018 0 Por tiguana

A temperatura média do planeta sobe a cada ano. Algumas cidades vivem imersas em poluição. Diversas espécies animais perderam seu habitat. A água potável está acabando. Ainda usamos combustíveis e formas de geração de energia agressivos ao meio ambiente.

Estas frases são repetidas há décadas, e com maior intensidade nestes novos tempos digitais, mostrando que melhorar a qualidade de vida no planeta virou não só pauta obrigatória para as nações, mas obsessão de todas as pessoas, em pequenas e valiosas atitudes, e de gente talentosa em busca de soluções que mudem esta dura realidade.

Vamos falar de 4 contribuições da tecnologia para o meio ambiente. Ela será a maior aliada para transformar nosso mundo em um lugar melhor.

1: Biodigestão: combustível e fertilizante limpos!

Uma descoberta revolucionária na busca de fontes alternativas de energia – limpas e principalmente infinitas – é o processo de Biodigestão: o reaproveitamento de detritos orgânicos para produção de gás e adubo.

Para isso são fabricados os biodigestores, aparelhos simples onde se decompõe o lixo orgânico e fezes de animais, em contato com bactérias anaeróbicas (que sobrevivem na ausência de oxigênio).

Durante o processo, material orgânico é transformado em gás metano – também chamado de biogás – que pode ser usado principalmente em fogões de cozinha e geradores, tornando-se uma excelente alternativa energética pela alta e infinita disponibilidade de matéria-prima, o baixo custo de geração e por ser uma fonte totalmente limpa.

Além disso, os resíduos do processo formam um ótimo adubo – o biofertilizante. A biodigestão proporciona uma fonte de energia limpa e infinita, a um custo inicial muito baixo e o uso de adubo, reduzindo o custo na produção agrícola.

2: Sistema Inteligente de Iluminação: gestão e redução de consumo!

O que comumente chamamos de Iluminação Inteligente é um sistema, instalado em ambientes residenciais ou empresariais, em que um conjunto de sensores controle a emissão necessária de luz conforme a presença e movimento de pessoas.

Desta forma, reduz-se a zero o desperdício de energia em ambientes vazios, o que para muitos usados pode representar uma economia média de 35% do consumo local. O sistema também permite regular a intensidade conforme o tipo de ambiente.

Além de reduzir o gasto financeiro com energia elétrica, eliminando o desperdício e o mau uso, a Iluminação Inteligente reduz bastante a necessidade de aumento de produção de energia e de novos investimentos com este objetivo.

Hoje em dia, muitos imóveis de luxo – que costumam tem mais aparelhos e consumo  – já são projetados com a Iluminação Inteligente. E alguns projetos em diversas cidades do mundo preveem o uso da técnica nas ruas.

3: Telhados Verdes: uma combinação de benefícios!

Os telhados verdes são uma técnica de arquitetura que consiste em criar uma área de vegetação – com pequenas árvores e plantas de variados tamanhos – em terraços e coberturas de residências e prédios.

Além de uma mudança radical no aspecto estético e visual de diversas áreas urbanas, os telhados verdes permitem uma série e benefícios ao meio ambiente:

  • Diminuem a poluição ambiental, com o aumento das áreas verdes.
  • Cria um conforto acústico nos imóveis, melhorando a qualidade de vida.
  • Aumenta o isolamento térmico, reduzindo a temperatura interna. Desta forma ajuda a reduzir o consumo de energia elétrica com ar condicionado e outros aparelhos contra o calor.
  • Aumento da umidade relativa do ar na região, o que é benéfico para a saúde.

Além disso, as plantas e a terra são filtros naturais da água das chuvas, e com um sistema de armazenamento adicional, é possível usar a água em banheiros, cozinhas, jardins e limpeza de áreas externas.

4: Energia Solar Fotovoltaica: energia infinita e respeitando o meio ambiente!

A energia solar fotovoltaica é a energia elétrica que obtemos a partir da luz solar.

Esta definição já é bastante animadora para gerarmos energia reduzindo o uso das fontes atuais, que são altamente degradadoras do meio ambiente. E com um adicional positivo: o sistema funciona em qualquer incidência de luz, mesmo em dias nublados ou chuvosos. Quanto mais luz, maior é a produção de eletricidade.

O sistema se compõe de grandes placas, chamadas de células fotovoltaicas, feitas de material semicondutor. Quando a luz solar incide sobre a placa, provoca o movimento dos elétrons do material e isto leva à produção de eletricidade.

Os paneis normalmente são instalados em telhados e coberturas de residências e empresas ou agrupados em grandes estruturas – para abastecer mais de um imóvel – e a energia gerada chega até uma distribuição do imóvel e pode ser usada para o funcionamento de todos os aparelhos elétricos da unidade.

Sem dúvidas, a energia solar fotovoltaica é uma excelente tecnologia para reduzir a dependência da eletricidade gerada pelos processos atuais – altamente agressivos ao meio ambiente.

Aqui neste artigo, você aprende tudo sobre Energia Solar fotovoltaica e como usufruir dessa tecnologia em sua casa ou escritório.